Caminhada chama atenção para Doenças Raras em Salvador

FOTO/REPRODUÇÃO INTERNET

Em alusão ao Dia Mundial de Doenças Raras, comemorado dia 28 fevereiro, a Associação Baiana de Amigos da Mucopolissacaridose e Doenças Raras (ABAMPS) vai promover uma caminhada em referência a data, no próximo sábado (24), a partir das 9h com saída no Farol da Barra. Médicos e enfermeiros de diversas instituições que atuam no ramo dessa patologia, além de ao menos dois pacientes de distintas doenças raras estarão presentes na caminhada para chamar atenção da população e autoridades.

Em Salvador, estima-se que 200 mil pessoas têm com algum tipo de doença raras e as que mais se destacam são a ‘DMD’ – Destrofia Muscular Duchenne e a Fibrose Cística “A mobilização é importante à critério de reconhecimento. Muitas pessoas perdem anos tentando achar um diagnóstico, quando na verdade é uma doença rara. É preciso que a informação sobre a patologia se propague para auxilio de quem precisa de tratamento” declarou Márcia Oliveira, Presidente da ABAMPS.

Segundo Márcia, um fator que é de constante preocupação entre os pacientes de doença rara é o difícil acesso a medicamentos e a falta de credenciamento dos hospitais locais para se tornar referência pelo Governo Federal “Infelizmente aqui na cidade, às vezes conseguimos através dos órgãos competentes, mas a maioria das solicitações é realizada através de processo judicial. Isso desprende de muito tempo e a condição das pessoas nessa situação não pode esperar. Além disso, falta os profissionais de atenção especializada para realizar o encaminhamento necessário” alegou.

Ao todo, mais de sete mil doenças raras já foram identificadas pela ciência no mundo. Aqui no Brasil a estimativa é que 13 milhões de pessoas tenham algum tipo. Este número equivale, por exemplo, a toda a população da Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), é considerada uma doença rara aquela que atinja 65 pessoas em cada 100 mil habitantes. Cerca de 75% das patologias se manifestam na infância.

No país, a ‘Fibrose cística’ é a doença rara mais comum. O fator genético é o principal fator, cerca de 80%, de existência das patologias, de acordo com a Sociedade Brasileira de Genética Médica (SBGM).

Medicamentos – Estados e municípios têm autonomia para disponibilizar os medicamentos de acordo com a necessidade da população que atendem. O acesso tende a ser burocrático pela dificuldade, inclusive, de produção das indústrias farmacêuticas por não produzirem o medicamentos específicos suficientemente. São conhecidos como medicamentos órfãos. Normalmente o uso é descontinuado por questões burocráticas.  

Para obter, gratuitamente, medicamentos, o paciente de doença rara deve procurar as unidades de saúde de sua cidade e estado, apresentar receita médica e realizar um cadastro para a emissão do Cartão Nacional de Saúde, que dará acesso ao agendamento de consultas e exames e a medicamentos gratuitos.

Tratamento – Menos de 10% das enfermidades contam com tratamento específicos e a maioria de seus portadores leva anos para chegar ao diagnóstico correto. Segundo as Diretrizes para Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, do Ministério da Saúde, o cidadão tem garantias de acesso a recursos diagnósticos e terapêuticos, mediante protocolos e diretrizes; acesso à informação; aconselhamento genético; estruturação do cuidado de forma integrada e coordenada, desde o acolhimento, apoio, reabilitação e prevenção; apoio matricial à Atenção Básica.

O paciente também passa a ter acesso aos tratamentos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e aprovados pelo SUS. A ação é válida para terapias de reabilitação. 

Aqui em Salvador alguns locais ofertam acompanhamento para pessoas com patologia rara:

- Serviço de Genética da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Salvador (Apae), na Pituba

- Serviço de Genética do Hospital Universitário Prof. Edgard Santos (Hupes) da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

- Setor de Genética do Hospital Sarah Kubitschek

Outras notícias

POLÍTICA

Lula e Moro ficarão frente a frente de novo em setembro

20 de Junho de 2018

POLÍTICA

Alex da Piatã quer acabar com os canudos de plástico na Bahia

20 de Junho de 2018

ESPORTE

1° rodada da Copa 2018: CR7 brilha, e VAR entra em cena na Copa dos pênaltis

19 de Junho de 2018

POLÍTICA

ACM Neto sancionará projeto de lei que amplia benefícios à servidores

19 de Junho de 2018

NOTÍCIAS

CMS: Manifestantes invadem plenário em tarde de votação

18 de Junho de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

MP abre inquérito para apurar ação de segurança contra criança em shopping 13 de Junho de 2018

Empresário que chamou Paulo Souto de ‘bom filho da puta’ vai pagar R$ 295 mil em danos morais 07 de Junho de 2018

Ex-brothers Gleici e Wagner marcam data de casamento na roça 07 de Junho de 2018

Alinne Rosa e filho de Saulo são flagrados juntos em Lençóis 02 de Junho de 2018