Banco Mundial sugere revisão de incentivos fiscais e subsídios no País

FOTO/REPRODUÇÃO INTERNET

O governo brasileiro poderia fazer um “pente-fino” nos incentivos fiscais, entre eles o Simples e a Zona Franca de Manaus, eliminar aqueles que não são eficientes e utilizar os recursos para a inovação tecnológica e no apoio aos trabalhadores. É que o sugere o relatório “Emprego e Crescimento: A Agenda da Produtividade”, divulgado nesta quarta-feira, 7, pelo Banco Mundial.

Em 2015, o Brasil destinou 4,5% de seu Produto Interno Bruto (PIB) a programas de apoio a empresas, como subsídios e desonerações tributárias. Eles foram criados para tentar compensar a perda de competitividade das empresas brasileiras por causa do chamado Custo Brasil.

No entanto, esses programas raramente têm seu retorno mensurado. Eles não têm objetivos predefinidos que permitam analisar seus resultados. Além de caros, os incentivos atuam contra a concorrência, pois protegem empresas já estabelecidas. Com isso, eles dificultam os ganhos de produtividade.

Outras notícias

JURÍDICO

TJ-BA condena promotor Almiro Sena a 4 anos de prisão por assédio sexual

12 de Dezembro de 2018

POLÍTICA

Após aprovação de Conselho Municipal de animais em Salvador, Senado aprova aumento de pena para maus tratos dos bichos

12 de Dezembro de 2018

POLÍTICA

Reforma administrativa proposta pelo governo do estado é aprovada na Alba

12 de Dezembro de 2018

ENTRETENIMENTO

Veja as listas do Google dos assuntos mais buscados em 2018 no Brasil e no mundo

12 de Dezembro de 2018

NOTÍCIAS

Conselho Municipal de Proteção dos Animais é aprovado na Câmara de Vereadores de Salvador

12 de Dezembro de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

TJ-BA condena promotor Almiro Sena a 4 anos de prisão por assédio sexual 12 de Dezembro de 2018

Turma do STF julga habeas corpus de Lula 04 de Dezembro de 2018

Xand Avião anuncia que não puxará trio elétrico em Salvador 09 de Dezembro de 2018

Anitta fortalece rumores de parceria ao posar em foto com Madonna 07 de Dezembro de 2018