Heineken pode fechar unidade que fatura quase R$ 2 bilhões em Alagoinhas

FOTO: REPRODUÇÃO

A fábrica da Heineken, localizada em Alagoinhas, no nordeste baiano, corre sério risco de ser fechada devido a questões ambientais, de acordo com a coluna Radar, da revista Veja.

Segundo a publicação, embora a indústria fature quase R$ 2 bilhões por ano, a empresa holandesa herdou da japonesa Brasil Kirin problemas com a extração de água do subsolo para produção das bebidas. De acordo com denúncias, a retirada é feita de forma clandestina.

Na tentativa de contornar a situação, a companhia contratou o lobista Guilherme Fahrat e o escritório de advocacia Pinheiro Neto, onde trabalhou o atual procurador-geral do próprio DNPM – o Departamento Nacional de Produção Mineral –, Frederico Munia Machado.

Outras notícias

POLÍTICA

Vereador dá ordem de serviço para recuperação de campos de futebol em Águas Claras e Novo Arvoredo

24 de Setembro de 2018

POLÍTICA

Haddad salta 6 pontos e Bolsonaro sobe para 28%, mostra pesquisa

21 de Setembro de 2018

SAÚDE

Saúde oferece assistência aos participantes da Maratona Salvador 2018

21 de Setembro de 2018

ESPORTE

Coreias entram em acordo por candidatura conjunta para Olimpíada de 2032

21 de Setembro de 2018

ENTRETENIMENTO

Produção do Salvador Fest divulga esquema especial de segurança para o evento

21 de Setembro de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Supremo dá aval à terceirização irrestrita 31 de Agosto de 2018

STJ impede Ciro de visitar Lula na prisão 24 de Agosto de 2018

Ivete Sangalo e Daniel Cady batizam filhas, Marina e Helena, em Salvador 17 de Setembro de 2018

Simone anuncia pausa em shows após Simaria passar mal: 'Fazendo novos exames por conta da doença' 16 de Setembro de 2018