Tite é eleito por revista o 11º melhor treinador do mundo

FOTO: REPRODUÇÃO

Em uma lista dos 50 melhores treinadores do mundo de 2018, a revista especializada inglesa FourFourTwo colocou Tite na 11ª posição. O comandante da seleção brasileira ficou à frente de nomes importantes do futebol europeu, como Thomas Tuchel, do Paris Saint-Germain, Antonio Conte, ex-comandante do Chelsea, e Luis Enrique, treinador da seleção espanhola.

A classificação do ex-corintiano foi revelada nesta segunda-feira (28), com a publicação da lista do 20º ao 11º colocados. Nos últimos dias, havia sido a vez de Renato Gaúcho aparecer no levantamento, como 28º principal técnico do ano. Os dez primeiros colocados do ranking serão revelados na próxima quinta-feira (10).

"Sabiamente, o Brasil estendeu o contrato de Tite até 2022, ignorando as críticas pela rotação dos capitães e por estar 'preparado para ir até o túmulo com Gabriel Jesus'", colocou o jornalista Huw Davies. "Ele deveria ter sido contratado bem antes de 2016, quando assumiu depois da segunda e desastrosa passagem de Dunga, e quando venceu 12 e empatou dois dos 14 jogos finais da seleção nas Eliminatórias Sul-Americanas, levando o time para a Rússia como favoritos".

A publicação também amenizou a eliminação da seleção brasileira na Copa do Mundo, nas quartas de final, para a Bélgica. Ao invés disso, exaltou a tática usada por Roberto Martinez, "que colocou Kevin De Bruyne como 'falso 9', com Nacer Chadli no meio e Romelu Lukau pelo lado". "Não há como se preparar para isso", escreveu Marcus Alves.

Renato Gaúcho, por sua vez, ficou uma posição à frente do croata Niko Kovac, que ainda nem completou uma temporada com o Bayern de Munique. Ele também superou Marcelo Gallardo, que treina o River Plate, rival na semifinal da Copa Libertadores.

O estilo boleiro de Renato não escapou à análise da FourFourTwo: "Enquanto a maioria dos seus colegas estavam viajando e tentando pegar alguma coisa com Guardiola, Ancelotti ou Mourinho, Renato preferiu ficar nas praias do Rio de Janeiro, jogando seu esporte favorito, o futevôlei".

"Levou cerca de dois anos para o homem conhecido pela sua mãe como 'Renato Portaluppi' ser contratado e assumir o Grêmio, no final de 2016. Muitos acharam que era uma escolha arriscada, mas não poderiam estar mais enganados", prosseguiu a revista.

"Em novembro de 2017, Renato se tornou o primeiro brasileiro campeão da Libertadores como jogador e treinador, e ele levantou três outros troféus desde então. Ele está com um pé em outra Libertadores, depois que o Grêmio venceu o River Plate no primeiro jogo das semifinais. Sem surpresas, então, que ele é o favorito para assumir a seleção brasileira após Tite", encerrou.

Outras notícias

SAÚDE

MPF pede que escolas cobrem carteira de vacinação de alunos

15 de Novembro de 2018

FAMOSOS

Ivete fala pela 1ª vez sobre ‘silêncio’ nas eleições: 'Política fazemos todos os dias'

15 de Novembro de 2018

ESPORTE

Com treino regenerativo, Bahia se reapresenta de olho no Atlético-MG

15 de Novembro de 2018

NOTÍCIAS

Em interrogatório, Lula diz que não pagou por reformas porque não era dono do sítio em Atibaia

14 de Novembro de 2018

NOTÍCIAS

Com confirmação do apoio do PDT, Nelson Leal ganha força na corrida pela presidência da ALBA

14 de Novembro de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Fachin envia pedido de liberdade de Lula para 2ª turma 06 de Novembro de 2018

Justiça suspende concurso da Assembleia Legislativa da Bahia 01 de Novembro de 2018

Ivete fala pela 1ª vez sobre ‘silêncio’ nas eleições: 'Política fazemos todos os dias' 15 de Novembro de 2018

Erika Januza é vítima de ataque racista: ‘Macaca e fedida’ 30 de Outubro de 2018