Neymar pode ser punido em R$ 1,6 milhão após se ausentar da reapresentação


LIONEL BONAVENTURE / AFP

O atacante Neymar deverá ser multado em aproximadamente R$ 1,6 milhão pelo Paris Saint-Germain após se ausentar da reapresentação do elenco na última segunda-feira (8). Segundo publicação no jornal Marca, o clube possui um “bônus ético”, onde faltas são transformadas em punições. 

Neymar não seria o primeiro jogador do PSG a ser punido com a perda desse bônus. Rabiot, Cavani e Aurier também já teriam sofrido essas sanções.

O clube francês divulgou nota em que afirmava que "constatou que o jogador Neymar Jr. não apareceu na hora e no local combinados, sem ter sido previamente autorizado pelo clube. O Paris Saint-Germain deplora esta situação e tomará as medidas apropriadas resultantes dela".

Já o brasileiro informou por meio de sua assessoria de imprensa, que ele cumpre compromissos comerciais e que se apresentará ao clube francês no dia 15 de julho. Além disso, explicou que esses eventos estavam agendados há meses e que foram informados ao clube francês.  

Outras notícias

NOTÍCIAS

VÍDEO: Deputada conservadora baiana critica movimentos contra o presidente da República: “Isso não é querer o melhor par

25 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Hipnose auxilia pacientes na reeducação alimentar e emagrecimento

20 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Marcelle Moraes denuncia utilização de gato para churrasco com grupo de amigos em Camaçari

14 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Geraldo Júnior recomenda "mutirão da fé, em casa" na Lavagem do Bonfim

13 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Deputado federal baiano recorre à Bolsonaro para ajudar trabalhadores da Ford de Camaçari

13 de Janeiro de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Aos 98 anos, morre sambista Riachão 30 de Março de 2020

Preta Gil recebe alta após diagnóstico de coronavírus: ‘Estou curada’ 27 de Março de 2020