Ministério Público investiga responsabilidade em conflitos em Roraima

FOTO: REPRODUÇÃO

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) instaurou um procedimento para apurar os fatos ocorridos no último fim de semana em Pacaraima, na fronteira com a Venezuela. No sábado (18), moradores do município expulsaram venezuelanos de barracas e abrigos e atearam fogo a seus pertences, em um princípio de revolta contra a presença deles na cidade.

“As investigações do MPRR tiveram início após tentativa de latrocínio ocorrida na noite de sexta-feira (17), em Pacaraima, bem como da falta de ambulância no Hospital Estadual Délio de Oliveira Tupinambá para transportar a vítima R.N.O até Boa Vista, capital, para atendimento”, diz nota divulgada hoje (22) pelo Ministério Público.

Segundo a nota, notícias divulgadas nas mídias sociais diziam que o Exército Brasileiro recusou-se a levar a vítima a Boa Vista podem ter sido o estopim para que houvesse conflito entre brasileiros e venezuelanos.

“O MPRR requisitou ainda a instauração de inquérito policial para identificar e responsabilizar os envolvidos pelas práticas criminosas ocorridas nas manifestações, independentemente da nacionalidade. A polícia também deverá informar quais as medidas adotadas para garantir a segurança não só de estrangeiros, mas de toda população local”, diz o texto.

A Promotoria de Justiça da Comarca de Pacaraima, responsável pela abertura do procedimento de apuração, também oficiou ao Conselho Tutelar do município para que envie informações sobre crianças e adolescentes em situação de risco; ao hospital local, para que esclareça as circunstâncias do atendimento à vítima, e ao Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur), solicitando informações sobre a atual situação de crianças e adolescentes de pais venezuelanos.

Foram feitas ainda requisições aos órgãos competentes para que enviem dados de pessoas que sofreram algum tipo de lesão física em decorrência das manifestações.

Outras notícias

FAMOSOS

Após cinco anos, Schumacher não está mais em coma e não respira por aparelhos

18 de Dezembro de 2018

FAMOSOS

Simone e Simaria realizam demissão em massa de funcionários e surgem boatos de separação, diz colunista

18 de Dezembro de 2018

JURÍDICO

CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados

18 de Dezembro de 2018

POLÍTICA

Guedes e governadores discutirão reforma da Previdência em janeiro

18 de Dezembro de 2018

NOTÍCIAS

Dias antes do Festival da Virada, Embasa libera lançamento de esgoto na praia da Boca do Rio

18 de Dezembro de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados 18 de Dezembro de 2018

TSE arquiva ação em que PT pedia inelegibilidade de Bolsonaro 13 de Dezembro de 2018

Após cinco anos, Schumacher não está mais em coma e não respira por aparelhos 18 de Dezembro de 2018

Simone e Simaria realizam demissão em massa de funcionários e surgem boatos de separação, diz colunista 18 de Dezembro de 2018