Políticos e personalidades lamentam morte de George W Bush

Políticos e personalidades usaram hoje (1º) as redes sociais para lamentar a morte do e-presidente dos Estados Unidos George H.W. Bush, neste sábado (30).

“Recebi com pesar a notícia do falecimento do ex-Presidente dos EUA George H. W. Bush, líder respeitado em seu país e no mundo. Nossos sentimentos à família e ao povo dos EUA”, disse o presidente da República , Michel Temer, pelo Twitter.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, destacou a liderança de Bush e a vida que dedicou a serviço da nação. “Melania e eu nos unimos à nação para chorar a perda do ex-presidente. Com sua essencial autenticidade, o presidente Bush inspirou gerações de compatriotas americanos”, disse.

Trump acrescentou ainda que Bush pai guiou os EUA ao “vitorioso fim” da Guerra Fria. Ele lembrou que o ex-presidente dedicou devoção à família, especialmente ao amor de sua vida, Bárbara. “Seu exemplo segue vivo, e seguirá comovendo futuras gerações para buscar causas maiores.”

A apresentadora norte-americana Ellen Degeneres também se pronunciou por meio do Twitter. "Eu nunca vou esquecer George H.W. Bush e o presidente Clinton me encontram em minha antiga cidade natal, Nova Orleans, para mostrar apoio e arrecadar dinheiro depois do Furacão Katrina. Eu envio meu amor para sua família esta noite."

Para o ex-presidente norte-americano Barack Obama, a América perdeu um patriota. “Enquanto nossos corações estão pesados hoje, eles também estão cheios de gratidão. Nossos pensamentos estão com toda a família Bush esta noite – e todos os que foram inspirados pelo exemplo de George e Barbara", disse.

"O presidente Bush nos deixou para um último voo, mas seu destino não é desconhecido. Ele está voando para os braços do amor de sua vida, Barbara. Esta noite, cada um de nós deve tirar um minuto para olhar para cima e lhe oferecer um agradecimento silencioso", disse o ator Arnold Schwarzenegger que também compartilhou uma foto antiga dele com o ex-presidente. Bush morreu oito meses depois de sua esposa, Barbara Bush.

Doença

Bush sofria um tipo de Parkinson que lhe impedia de caminhar e o deixou em uma cadeira de rodas nos seus últimos anos de vida, nos quais suas entradas e saídas do hospital foram constantes, principalmente por problemas respiratórios.

Histórico

Da Casa Branca, Bush liderou o fim da Guerra Fria, a primeira guerra do Golfo e a invasão do Panamá enquanto a União Soviética se dissolvia e a Alemanha se reunificava. Os triunfos diplomáticos e bélicos não lhe bastaram para conseguir a reeleição e, em 1993, entregou ao democrata Bill Clinton as chaves da Casa Branca e se retirou para sua casa em Houston, no Texas, junto com sua esposa.

Outras notícias

NOTÍCIAS

UPA Pirajá/Santo Inácio será a primeira da Bahia a receber ‘Protocolo de Sepse’ do Ministério da Saúde

20 de Setembro de 2019

CIDADE

Prefeitura oferta cartão do SUS com nome social em Parada Gay

19 de Setembro de 2019

POLÍTICA

Sessão Solene marca centenário da Assembleia de Deus na ALBA nesta quinta-feira (20)

19 de Setembro de 2019

POLÍTICA

Capitão Alden faz plágio em projeto da Alba

18 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS

Secretários de Saúde das capitais do Nordeste tentam viabilizar a extensão do programa “Médicos pelo Brasil” para os mun

18 de Setembro de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Grazi Massafera é vista aos beijos com Caio Castro em festa 04 de Setembro de 2019

Nego do Borel é condenado a pagar R$ 20 mil a motorista de aplicativo 22 de Agosto de 2019