Moro compartilha dados da Lava Jato com a Receita

FOTO: Reprodução

 

A Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) receberam do juiz Sérgio Moro a garantia de que poderão usar as provas obtidas na Operação Lava Jato para cobrar tributos devidos pelos delatores. A decisão, à qual o Estadão/Broadcast teve acesso, foi proferida depois de os órgãos cobrarem nos bastidores um esclarecimento do juiz sobre um despacho que vedava o uso dessas provas compartilhadas contra os colaboradores.Havia um temor de que a medida acabasse limitando a atuação dos procuradores da PGFN, órgão jurídico do Ministério da Fazenda, e dos auditores da Receita, já que as apurações para a cobrança de tributos tiveram as colaborações como ponto de partida. O primeiro despacho havia deflagrado um clima de insegurança nos dois órgãos, como mostrou a reportagem no fim de junho. O novo despacho de Moro, de 3 de julho, diz que o próprio Ministério Público Federal informou que “sempre alertou aos colaboradores e empresas lenientes de que o acordo não gerava benefícios na área tributária”. O juiz também lembrou que a Receita Federal tem “auxiliado significativamente os trabalhos de investigação no âmbito da Operação Lava Jato”. “Então deve ser permitida a utilização da prova pela Receita Federal para fins de lançamento e cobrança de tributos, mesmo contra colaboradores e empresas lenientes”, diz a decisão. O juiz ressalta ainda que a decisão se estende à PGFN. A Receita Federal já fez autuações no valor de R$ 14,6 bilhões relacionadas à Lava Jato. O Fisco e a PGFN fazem monitoramento para identificar se há risco de não pagamento devido à dilapidação do patrimônio desses devedores. Quando esse perigo existe, o órgão jurídico entra em campo para pedir o bloqueio de bens e assegurar a quitação do débito no futuro. As medidas cautelares deferidas já chegam a R$ 2,3 bilhões, parte delas tendo delatores como alvos. Os pedidos são feitos à Justiça do local de domicílio dos devedores.

Outras notícias

ECONOMIA

Latam começa a cobrar passageiro pela marcação de assento no avião

19 de Julho de 2018

POLÍTICA

Após negativa de PR e PRP, Bolsonaro diz que o ‘seu partido é o povo’

19 de Julho de 2018

FAMOSOS

Simaria posta foto com irmã e anuncia 'retorno'

19 de Julho de 2018

ESPORTE

Vitória vence o Paraná e abre distância do Z-4

18 de Julho de 2018

CIDADE

SAMU 192 completa 13 anos de assistência em Salvador e Região Metropolitana

18 de Julho de 2018

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

STF SOLTA JOSÉ DIRCEU 26 de Junho de 2018

Câmara dos Deputados aprova projeto que permite advogado sem procuração ver processo eletrônico 15 de Maio de 2018

Simaria posta foto com irmã e anuncia 'retorno' 19 de Julho de 2018

Corte irá decidir se filhas de Menghan e Harry terão título Real 17 de Julho de 2018