“É fruto do desmonte deliberado de um legado de governança ambiental no Brasil”, afirmou Marcelle Moraes

A vereadora Marcelle Moraes afirmou que o protesto da plateia ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, durante a Semana do Clima da Organizações das Nações Unidas (ONU), em Salvador, nesta quarta-feira (21), é o resultado da frágil política ambiental implantada pelo atual Governo Federal.

De acordo com a parlamentar, as medidas defendidas ou atribuídas pelo Poder Executivo como fim de demarcações de terras e permissão para mineração em áreas indígenas, flexibilização de licenciamentos ambientais e sucateamento de órgãos de defesa ambiental levarão o país a um retrocesso sem precedentes.

“As vaias foram fruto do desmonte deliberado de um legado de 30 anos de governança ambiental no Brasil. O que esperamos dos entes público são políticas mais enérgicas que freiem o processo acelerado de desmatamento da Amazônia e valorizem o bem comum de todos os brasileiros que é o nosso meio ambiente. ”, declarou a parlamentar.

Outras notícias

NOTÍCIAS

Varicocele e hábitos de vida podem comprometer desejo de ser pai

06 de Agosto de 2020

NOTÍCIAS

Aumento no consumo de cigarro durante a pandemia pode elevar incidência de câncer de pulmão, alerta especialista

06 de Agosto de 2020

Fumantes correm riscos maiores de sofrerem sintomas graves de Covid-19; Tabagismo é responsável por 85% dos casos do tumor

NOTÍCIAS

Falta de prevenção é a inimiga nº 1 do Dia dos Pais

06 de Agosto de 2020

NOTÍCIAS

Reunião acelera inclusão de casas de ração e pet shops como serviços essenciais em localidades com medidas restritivas

06 de Agosto de 2020

NOTÍCIAS

Joceval Rodrigues é o convidado da live ‘A Tarde Conecta’

05 de Agosto de 2020

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Aos 98 anos, morre sambista Riachão 30 de Março de 2020

Preta Gil recebe alta após diagnóstico de coronavírus: ‘Estou curada’ 27 de Março de 2020