“Atletas de verão” devem tomar cuidado com lesões e traumas ortopédicos

FOTO: REPRODUÇÃO

O verão está chegando e a preocupação com corpo em forma faz crescer o interesse das pessoas pelas atividades físicas. Apesar da estação mais quente do ano ser uma boa oportunidade para correr atrás do prejuízo e começar a ter um estilo de vida mais saudável, a busca por resultados rápidos aliado com a falta de um acompanhamento profissional especializado pode gerar diversos problemas de saúde, entre eles, lesões e traumas ortopédicos.

“O excesso de exercícios pode transformar o que seria um hábito saudável em um grande risco para o corpo, não só em relação aos traumas, como também para o sistema cardiovascular. É muito comum nesse período do ano que alguns indivíduos absorvam uma carga de treinamento excessiva e acabam tendo como resultado lesões e outros problemas mais graves”, alertou o ortopedista, Alexandre Andrade.

De acordo com o especialista, o joelho e a coluna são os mais sobrecarregados por quem inicia uma atividade física sem a devida orientação. “Grande parte das pessoas que iniciam as atividades físicas no verão, tem um histórico de sedentarismo. Quando juntamos a falta de condicionamento com sobrepeso e a escolha de uma modalidade de impacto como musculação ou crossfit, as chances de obter traumas de joelho ou coluna são imensas”, explicou Andrade.

Para minimizar os riscos de contratempos para quem quer sair do sedentarismo e entrar com tudo no verão, o especialista indica a procura de um médico para realização de uma avaliação, além do acompanhamento de um educador físico qualificado. Para quem sofre os primeiros sintomas de possíveis lesões, a indicação é suspender a atividade física e buscar de imediato tratamento.

“Toda pessoa que começa um exercício físico, deve ter uma meta gradual e progressiva para evitar lesões e outros quadros mais graves. Para quem iniciou de maneira inadequada e já começou a sentir os primeiros sintomas de lesão, sobretudo na coluna, a orientação é que pare de imediato a atividade e busque tratamento adequando para evitar um quadro crônico ou que necessite de uma intervenção mais invasiva”, finalizou doutor Alexandre Andrade.

Outras notícias

NOTÍCIAS

Marcell Moraes defende eleições municipais via internet

20 de Maio de 2020

NOTÍCIAS

Nova tecnologia de cirurgia na coluna permite alta no mesmo dia de pacientes baianos

20 de Maio de 2020

NOTÍCIAS

Processo de regulamentação da atividade funerária avança na Bahia

18 de Maio de 2020

Vereador Joceval Rodrigues destaca momento como oportuno para outorgar dispositivo que regulamentará atividade na capital

NOTÍCIAS

Projeto prevê testagem rápida de todos trabalhadores de saúde em unidades baianas na saída de cada plantão

12 de Maio de 2020

Medida proposta pelo deputado estadual Samuel Júnior (PDT) visa preservar familiares e reduzir a tensão dos trabalhadores que atuam no enfrentamento à pandemia

NOTÍCIAS

Deputado Alex Santana reforça pedido de leitos de UTI para Jacobina

12 de Maio de 2020

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Aos 98 anos, morre sambista Riachão 30 de Março de 2020

Preta Gil recebe alta após diagnóstico de coronavírus: ‘Estou curada’ 27 de Março de 2020