Seminário discute Discriminação e do Racismo institucional no âmbito da Saúde em Salvador

O evento foi iniciado nessa quinta-feira (21), e segue até a sexta-feira (22); das 8h30 às 17h 

Para reforçar as atividades do novembro Negro, a Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS), iniciou nesta quinta-feira (21), o seminário “Novembro Negro - Por uma Salvador Livre da Discriminação e do Racismo na Saúde”, que acontece no auditório da Universidade Católica do Salvador (UCSAL), campus Pituaçu. O evento se estende até a sexta-feira (22), das 8h30 às 17h.  

No primeiro dia do seminário que contou com a participação da subsecretária da SMS, Lucimar Rocha, foram debatidos temas voltados a visibilidade e equidade da saúde da população negra, como o reconhecimento do racismo estrutural, expressões do racismo em condições de saúde específicas, condições sensíveis a Atenção Primária e atenção à saúde da população negra, doença falciforme (onde serão apresentados dados do Censo Salvador), além das relações raciais e o cuidado de saúde: é possível uma prática antirracista? Estas e outras respostas serão debatidas durante todo o evento.

Na sexta-feira, segundo dia do seminário, será abordada a saúde mental da população negra, gênero e diversidade, morbimortalidade (compreendendo as relações entre racismo, violência obstétrica e a saúde das mulheres negras), além de abordar a LGBTQIA+fobia e os casos de racismo sociais em saúde. O evento finalizado com uma conferência que abordará os ensinamentos da população quilombola sobre a população negra, e os caminhos que devem ser seguidos.

 “O seminário é mais uma iniciativa da SMS, além das feiras de saúde, palestras, oficinas e atendimentos que estão sendo disponibilizados durante todo o mês de novembro voltados especialmente para a população negra. Com isso, os servidores da saúde que estão à frente do atendimento à população são capacitados para lidarem com os aqueles com maior susceptibilidade a doenças e agravos. A SMS tem investido também em políticas públicas voltadas para a população negra e uma delas é fazer deste Novembro Negro, o maior da história desta secretaria”, afirmou Leo Prates, secretário municipal da saúde de Salvador.

A SMS elaborou uma programação especial com diversas atividades voltadas para o mês do Novembro Negro, onde todas as unidade de saúde estão com programações especiais voltadas para esta população. De acordo com a subcoordenadora de ações estratégicas da Diretoria de Atenção à Saúde, o seminário se consolida como uma forma de ampliar a discussão sobre o racismo para todas às áreas da SMS.

“O município de Salvador através desta Secretaria entende que a situação de racismo é um determinante das condições de saúde e adoecimento da população. Por isso, as estratégias para enfrentamento estão sendo ampliadas para mitigar suas consequências, porque o racismo está estruturado nas nossas relações sociais e para essas estratégias serem efetivadas, precisamos de todos e todas trabalhadoras implicados na efetivação dessas ações”, afirmou.

Outras notícias

NOTÍCIAS

Assembleia de Deus celebra centenário na Arena Fonte Nova neste sábado

06 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS

Campanha Dezembro Verde alerta sobre conduta criminosa de abandono de animais

04 de Dezembro de 2019

Vereadora e protetora de animais Marcelle Moraes aderiu à campanha na capital baiana

NOTÍCIAS

Câmara de Salvador homenageará em Sessão Solene os 175 anos do Apostolado da Oração

22 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS

Postos de saúde realizam ações de saúde do homem próximo sábado (23)

22 de Novembro de 2019

A atividade faz parte do ‘Novembro Azul’ da rede municipal

NOTÍCIAS

“Atletas de verão” devem tomar cuidado com lesões e traumas ortopédicos

21 de Novembro de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Grazi Massafera é vista aos beijos com Caio Castro em festa 04 de Setembro de 2019

Nego do Borel é condenado a pagar R$ 20 mil a motorista de aplicativo 22 de Agosto de 2019