Nadinho: Perícia desmente versão de policiais e PMs são indiciados por homicídio doloso

FOTO: REPRODUÇÃO

Os três policiais militares envolvidos na operação que matou o artista plástico Manoel Arnaldo dos Santos Filho, conhecido como Nadinho, na cidade de Candeias, região metropolitana de Salvador, foram indiciados por homicídio doloso pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA). Edvaldo Nunes, Leandro Xavier e Dinalvo dos Santos já eram alvo de denúncia instaurada pela Polícia Civil em junho deste ano.

Nadinho tinha 61 anos, era casado e pai de quatro filhos. Na noite do dia 21 de abril deste ano, ele foi abordado por policiais militares dentro de casa, na 2ª Travessa 31 de Março, em Candeias. Relato de familiares da vítima apontam que os policiais chegaram ao local já atirando. O artista plástico morreu após ser atingido por um único tiro, que atravessou o lado direito das costas e saiu no lado esquerdo.

Na época do crime, o polícia informou que o artista plástico teria confrontado os agentes e disparado tiros. No entanto, a versão foi rebatida pela perícia. O resultado do inquérito foi divulgado nesta quarta-feira (25), pelo corregedor-geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), coronel Barbosa Neto, em coletiva de imprensa realizada no Quartel do Comando Geral da PM, nos Largo dos Aflitos.

“Os policias afirmaram que encontraram uma arma junto com Manoel, porém foi comprovado que a arma que eles entregaram alegando ser de propriedade do artista plástico não foi disparada em nenhum momento”, afirmou o corregedor-geral da PM, coronel Barbosa.

Os três agentes da corporação responderão também a Processo Administrativo Disciplinar (PAD), que será instaurado nos próximos dias e que pode resultar na expulsão dos policiais da corporação. O inquérito vai ser encaminhado para a 8° Promotoria Criminal de Justiça Militar do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), que pode oferecer ou não a denúncia à Justiça. O documento reúne os depoimentos dos acusados, versões das testemunhas e laudos periciais. A PM informou que está pendente no inquérito o laudo de reprodução simulada, reconstituição do crime.

Outras notícias

NOTÍCIAS

Mobilização recolhe mais de 100 quilos de lixo em praias da Cidade Baixa durante Lavagem do Bonfim

17 de Janeiro de 2019

Idealizada por Marcelle Moraes, campanha visou sensibilizar os frequentadores e comerciantes do local a respeito de objetos pequenos que acabam passando despercebido pelos banhistas e nas técnicas habituais de limpeza da concessionária responsável

NOTÍCIAS

Ambientalistas realizarão limpeza de praias da Cidade Baixa durante Lavagem do Bonfim

16 de Janeiro de 2019

Idealizada pela vereadora Marcelle Moraes, campanha visa sensibilizar os frequentadores e comerciantes do local a respeito de objetos pequenos que acabam passando despercebido pelos banhistas e nas técnicas habituais de limpeza da concessionária responsável

ESPORTE

Torneio de futebol vai reunir homens que superaram a obesidade após cirurgia bariátrica

16 de Janeiro de 2019

ECONOMIA

Benefícios do INSS acima do salário mínimo terão reajuste de 3,43%

16 de Janeiro de 2019

POLÍCIA

BCS Narandiba oferece curso preparatório para Enem 2019

16 de Janeiro de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Moro autoriza envio da Força Nacional ao Ceará 04 de Janeiro de 2019

Governador veta extinção do Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária 03 de Janeiro de 2019

Após forte chuva, estrutura de palco desaba e show de Anitta no Ceará é interrompido 14 de Janeiro de 2019

Famosos criticam mascaras de carnaval de Fábio Assunção: 'dependência é química caso sério' 11 de Janeiro de 2019