Polícia Federal abre segundo inquérito para investigar ataque contra Bolsonaro

FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Federal abriu na manhã desta terça-feira (25) o segundo inquérito para investigar o ataque contra o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais. A apuração busca descobrir se mais de uma pessoa participou do ato.

“Vamos apurar se Adélio tem alguma conexão com algum grupo ou organização criminosa”, afirmou o delegado Regional de Combate ao Crime Organizado de Minas Gerais, Rodrigo Morais, segundo o G1. “Elementos importantes foram encontrados no material apreendido, como agenda de contatos, troca de telefonemas e mensagens via aplicativos nos dias que antecederam o atentado, o que motiva a investigação de novos suspeitos", explicou.

Morais relatou ainda que as informações colhidas até agora indicam que Adélio Bispo de Oliveira não teve ajuda de ninguém quando esfaqueou Bolsonaro durante o ato de campanha. O suspeito foi preso no dia do ataque e disse que cometeu o crime "a mando de Deus".

Outras notícias

NOTÍCIAS

Camargo Correa pode ter sido privilegiada em licitação da Linha 3 do metrô Salvador-Lauro

23 de Maio de 2019

NOTÍCIAS

Taxa voluntária em IPTU destinará recursos para políticas de proteção animal e ambiental em Salvador

22 de Maio de 2019

POLÍTICA

Juíza nega pedido de absolvição sumária de Elinaldo, acusado de comandar jogo do bicho

21 de Maio de 2019

ESPORTE

Felipe Gedoz desembarca em Salvador para realizar exames médicos e assinar com o Vitória

21 de Maio de 2019

NOTÍCIAS

Professores da Uneb decidem manter greve por tempo indeterminado

20 de Maio de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Justiça suspende leilão da Avianca marcado para amanhã 06 de Maio de 2019

Após mais de um ano sumido, Tiago Iorc lança álbum surpresa 05 de Maio de 2019

Leo Santana pede Lore Improta em casamento durante viagem a Dubai 25 de Março de 2019