Um dos quatro foliões baleados na sexta-feira de carnaval em Salvador tem morte cerebral confirmada

Uma das quatro pessoas baleadas na sexta-feira (1º) de carnaval de Salvador, no circuito do Campo Grande, teve a morte cerebral confirmada na noite de quarta-feira (6), no Hospital Geral do Estado, onde estava internado.

O crime ocorreu na Avenida Sete de Setembro, perto do Relógio de São Pedro, quando o bloco Olodum desfilava pelo local. Uma briga generalizada ocorreu no local, e quatro pessoas foram feridas a tiros.

A vítima que teve a morte confirmada, Jeferson Almeida, de 21 anos, foi atingido nas costas. Segundo familiares, no domingo (3), dois dias após o crime, o jovem teve uma parada cardíaca. Ele era casado e tinha um filho.

O suspeito do crime, identificado como Edmilson Silva dos Santos Júnior, foi preso na quarta-feira.

O corpo de Jeferson será encaminhado para a cidade de Santo Amaro, no recôncavo da Bahia, onde será enterrado.

Outras notícias

NOTÍCIAS

Cerca de 4 mil médicos veterinários devem ser vacinados contra Covid-19 em Salvador

12 de Abril de 2021

NOTÍCIAS

Trabalhadores da saúde receberão adicional insalubridade durante a pandemia em Salvador

09 de Abril de 2021

Projeto aprovado na Câmara Municipal prevê o benefício em grau máximo

NOTÍCIAS

Consórcio do Litoral e Agreste da Bahia se reúne em assembleia para reconhecer novos municípios

09 de Abril de 2021

NOTÍCIAS

Câmara de Salvador aprova regulamentação da prática de esporte eletrônico em Salvador

08 de Abril de 2021

Texto segue para sanção do prefeito Bruno Reis (DEM)

NOTÍCIAS

Substitutivo da regulamentação de motoristas por aplicativo é alvo de discussão na Secretaria de Mobilidade de Salvador

07 de Abril de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Aos 98 anos, morre sambista Riachão 30 de Março de 2020

Preta Gil recebe alta após diagnóstico de coronavírus: ‘Estou curada’ 27 de Março de 2020