Bolsonaro nomeia genro de Léo Pinheiro para presidência da Caixa

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) oficializou a nomeação de Pedro Guimarães como presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), nesta segunda-feira (7). O economista, que se especializou em privatizações nos Estados Unidos, é genro de Léo Pinheiro, ex-executivo da OAS, devedora da Caixa em diversos empreendimentos.

Pinheiro foi preso através de investigações da Lava Jato sob a acusação de pagar propina a políticos em troca de favorecimentos para sua empreiteira. Ele foi solto, no entanto, após fechar um acordo de delação premiada para incriminar Lula.

De acordo com o site O Antagonista, auditores da Caixa apontam ‘conflito de interesses’ na indicação. Eles afirmam que o banco Brasil Plural “é o principal credor no processo de recuperação judicial da empresa Ecovix, na qual Caixa e Banco do Brasil também são credores”. 

Leia a nota:
É com imensa preocupação que as entidades representativas dos empregados da Caixa acompanham a indicação do sócio e diretor do Banco Brasil Plural, Pedro Guimarães, para a presidência da empresa pública federal.

O Brasil Plural é o principal credor no processo de recuperação judicial da empresa Ecovix, na qual Caixa e Banco do Brasil também são credores.

É evidente, portanto, a incompatibilidade, por conflito de interesses, de um sócio-diretor do Brasil Plural ocupar qualquer cargo de gestão na Caixa ou no Banco do Brasil.

Além do evidente impedimento, pesa contra a empresa de Pedro Guimarães a suspeita de envolvimento na supervalorização artificial registrada pelo FIP Florestal, fundo do qual a empresa Brasil Plural é gestora. A operação causou prejuízos à Funcef e à Petros e está sob investigação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal no âmbito da Operação Greenfield.

Esses motivos tornam a indicação de Pedro Guimarães extremamente temerária e suspeita, para muito além dos interesses privatistas os quais, ademais, jamais foram mantidos em segredo.

É importante lembrar que a CAIXA não pertence a um Governo, mas ao Estado Brasileiro. A CAIXA mantém hoje a melhor estrutura de capital entre todos os bancos brasileiros, já alcançou este ano o maior lucro da sua história, vem sendo administrada nas últimas gestões por empregados de carreira da empresa e continua sendo o banco essencial para a sociedade. Precisamos estar atentos.
 

Outras notícias

NOTÍCIAS

Plantio para compensar emissão de CO² é realizado em escola municipal

20 de Março de 2019

CIDADE

Município tem prejuízo de R$ 100 mil com recuperação de abrigos de ônibus

20 de Março de 2019

POLÍTICA

“Nunca tive a intenção de desrespeitar a memória de Makota”, lamenta Marcelle sobre declaração por morte de hipopótamo

20 de Março de 2019

ESPORTE

Time titular da Seleção Brasileira já está definido para amistoso contra o Panamá

20 de Março de 2019

POLÍTICA

ACM Neto espera que CCJ preserve ao máximo projeto que regulamenta aplicativos

20 de Março de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Moro vai ao Congresso entregar Projeto de Lei Anticrime 19 de Fevereiro de 2019

Rosa Weber pede manifestação de ministro da Educação sobre entrevista 15 de Fevereiro de 2019

Conta de Bruna Marquezine no Instagram é desativada em meio a postagens de carnaval 05 de Março de 2019

Ivete se fantasia e curte Carnaval como foliã em Salvador 05 de Março de 2019