‘Jamais recusaremos ajuda aos que precisam', diz Bolsonaro sobre saída de pacto de migração da ONU

Um dia depois de o governo confirmar às Nações Unidas que o Brasil sairá do Pacto Global sobre Migração, o presidente Jair Bolsonaro afirmou no Twitter que o país não vai recusar “ajuda aos que precisam”, mas defendeu critérios para a entrada de imigrantes. O presidente disse que a soberania nacional foi uma das bandeiras de sua campanha e será prioridade do governo. Ele garante que as regras a serem definidas irão trazer mais segurança. Segundo Bolsonaro, quem vier para o Brasil “ deverá estar sujeito às nossas leis, regras e costumes, bem como deve cantar nosso hino nacional e respeitar nossa cultura”. O pacto da ONU não cria obrigações legais para os países signatários e, portanto, não impõe mudanças nas legislações nacionais. O Brasil aprovou em 2016 uma nova Lei de Imigração, em substituição ao Estatuto do Estrangeiro, que era uma herança da ditadura militar. O Pacto Global sobre Migração foi ratificado por 152 dos 193 países-membros da ONU em dezembro, incluindo o Brasil. Na ocasião, cinco países votaram contra, incluindo os Estados Unidos, e 11 se abstiveram na votação. Antes da posse, a equipe de Bolsonaro já havia anunciado que iria retirar o Brasil do pacto. Na terça-feira, o governo confirmou em telegrama enviado às missões brasileiras nas sedes da ONU em Nova York e em Genebra que deixará o acordo. Segundo o telegrama, divulgado pela BBC Brasil, o governo brasileiro não vai "participar de qualquer atividade relacionada ao pacto ou à sua implementação". A orientação do Itamaraty era para que os diplomatas brasileiros que estão nessas missões informassem as Nações Unidas, ontem mesmo, a respeito da decisão. Quando anunciou que o Brasil sairia do acordo, o chanceler Ernesto Araújo argumentou que a imigração é bem vinda, mas não deve ser indiscriminada. O Brasil, no entanto, tem apenas 1 milhão de residentes estrangeiros, menos de 0,5% de sua população. Há mais brasileiros vivendo no exterior: 3 milhões.

Outras notícias

POLÍTICA

Câmara de Salvador aprova projeto que cria Medalha Irmã Dulce

19 de Junho de 2019

POLÍTICA

Bahia pode receber recursos extra orçamentários para a saúde

19 de Junho de 2019

Aporte de verbas é resultado da articulação política do deputado federal Alex Santana em Brasília

POLÍTICA

Câmara de Cruz das Almas implanta CPI para investigar diversos problemas na Saúde do Município

19 de Junho de 2019

SAÚDE

Vereadora Marcelle Moraes alerta sobre o cuidado com os animais no período junino

19 de Junho de 2019

POLÍTICA

TJ-BA nega recurso do Grande Hotel Juazeiro contra o deputado Marcell Moraes

18 de Junho de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Justiça suspende leilão da Avianca marcado para amanhã 06 de Maio de 2019

Após mais de um ano sumido, Tiago Iorc lança álbum surpresa 05 de Maio de 2019

Leo Santana pede Lore Improta em casamento durante viagem a Dubai 25 de Março de 2019