Câmara de Salvador aprova projeto que cria Medalha Irmã Dulce

De autoria de Joceval Rodrigues, condecoração será cedida às pessoas físicas, empresas ou instituições do terceiro setor com reconhecido trabalho desenvolvido na área social da capital baiana

A Câmara de Salvador aprovou na tarde desta quarta-feira (19) o Projeto de Resolução 65/19 que institui a criação da medalha Irmã Dulce no legislativo municipal. De autoria do vereador Joceval Rodrigues (Cidadania) a honraria será concedida às pessoas físicas, empresas ou instituições do terceiro setor com reconhecido trabalho desenvolvido na área social da capital baiana.

“Não haveria outra pessoa para dar nome a essa condecoração senão o da Irmã Dulce. Inegavelmente, ela desenvolveu um enorme e relevante trabalho em prol dos mais precisados de Salvador. Hoje, essa baiana foi reconhecida mundialmente pelas obras que promoveu e nossa Casa Legislativa tem a honra de prestar essa homenagem a essa mulher que foi e ainda é referência para todos nós na área de obras sociais”, justificou Rodrigues.

Durante a votação da matéria, o presidente da Câmara, o vereador Geraldo Júnior (SD), enalteceu a iniciativa do proponente do projeto e ressaltou a importância dos pares obedecerem um rigoroso critério para escolha dos homenageados com a nova condecoração. “Os condecorados com essa medalha com certeza terão que ser escolhidos de forma bastante criteriosa dado a grandeza de quem dá o nome a honraria. É um privilégio para essa Casa reconhecer aqueles que desenvolvem relevantes trabalhos na área social em nossa cidade”, comemorou o parlamentar.

A superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Pontes, deve ser a primeira homenageada com a nova condecoração concedida pela Câmara. A data da Sessão Solene ainda será definida e amplamente divulgada.

Irmã Dulce - O Vaticano que reconhece um segundo milagre atribuído à Irmã Dulce e, com isso, ela será proclamada Santa. De acordo com a Arquidiocese de Salvador, o novo sinal milagroso tem relação com uma pessoa que dormiu cega e acordou enxergando.

Irmã Dulce será a primeira mulher nascida no Brasil a ser canonizada. Com a canonização ela será chamada de Santa Dulce dos Pobres, em reconhecimentos às obras de caridade e de assistência prestadas aos menos favorecidos e necessitados.

 

Outras notícias

NOTÍCIAS

UPA Pirajá/Santo Inácio será a primeira da Bahia a receber ‘Protocolo de Sepse’ do Ministério da Saúde

20 de Setembro de 2019

CIDADE

Prefeitura oferta cartão do SUS com nome social em Parada Gay

19 de Setembro de 2019

POLÍTICA

Sessão Solene marca centenário da Assembleia de Deus na ALBA nesta quinta-feira (20)

19 de Setembro de 2019

POLÍTICA

Capitão Alden faz plágio em projeto da Alba

18 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS

Secretários de Saúde das capitais do Nordeste tentam viabilizar a extensão do programa “Médicos pelo Brasil” para os mun

18 de Setembro de 2019

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Grazi Massafera é vista aos beijos com Caio Castro em festa 04 de Setembro de 2019

Nego do Borel é condenado a pagar R$ 20 mil a motorista de aplicativo 22 de Agosto de 2019