CPI de Brumadinho na ALMG convoca funcionários de empresas terceirizadas da Vale

Foto: Clarissa Barçante/ALMG

 

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) convocou para depoimento nesta segunda-feira (15) funcionários de empresas terceirizadas que prestavam serviço para a mineradora Vale na mina Córrego do Feijão. A reunião está marcada para as 14h30.

No dia 25 de janeiro deste ano, a barragem B1 da mina se rompeu e causou um dos maiores desastres socioambientais do país. Até o momento, 248 pessoas já tiveram os corpos resgatados e identificados e o Corpo de Bombeiros ainda procura 22 vítimas que estão desaparecidas ou ainda não foram identificadas.

A comissão foi instaurada para apurar o rompimento da barragem. Nesta segunda-feira (15), será realizada a 13ª reunião extraordinária da CPI, presidida pelo deputado Gustavo Valadares (PSDB) e relatada pelo deputado André Quintão (PT).

Foram convocados Antônio França Filho e Romero Xavier, funcionários da Reframax, Laís Antonelli, geóloga da Fugro In Situ Geotecnia, e Ruy Thales Baillot e Marcelo dos Santos, vice-presidente e diretor de operações da Alphageos Tecnologia Aplicada.

Segundo a CPI, a Alphageos foi contratada pela Vale para instalar drenos horizontais para a retirada de água acumulada na barragem. A Fugro In Situ era responsável pela análise do solo da estrutura. E a Reframax fazia a manutenção e obras na mina.

As três empresas tinham funcionários trabalhando na mina no dia do rompimento da B1, alguns inclusive estão entre os mortos.

A comissão pretende apurar se os funcionários das três empresas conheciam ou tinham notado anormalidades na barragem antes do rompimento. Todos eles foram convocados na condição de testemunhas, ou seja, eles não podem se recusar a responder a nenhuma pergunta e têm o compromisso de dizer a verdade, sob risco de responderem ao crime de falso testemunho.

A Vale tem falado que a barragem que se rompeu tinha todas as declarações de estabilidade e passava por constantes auditorias externas e independentes. Ainda segundo a mineradora, nenhuma das inspeções anteriores ao rompimento indicaram anomalias que colocassem a segurança da barragem em risco.

Outras notícias

ESPORTE

“Vagabundos”, critica Paulo Carneiro após Embasa cortar fornecimento de água do Vitória

21 de Agosto de 2019

Carneiro afirma que dívida com a Embasa é anterior à sua gestão

NOTÍCIAS

“É fruto do desmonte deliberado de um legado de governança ambiental no Brasil”, afirmou Marcelle Moraes

21 de Agosto de 2019

CIDADE

Parada Gay acontecerá no Dique do Tororó, diz produtor

21 de Agosto de 2019

O evento contará com microtrios e pranchão

POLÍTICA

Governo privatiza EBC, Casa da Moeda e Eletrobras

21 de Agosto de 2019

Lista das 17 estatais foi divulgada hoje

NOTÍCIAS

Salvador sedia seminário de cura e perdão através do Ho’oponopono

21 de Agosto de 2019

Evento acontece no Novotel, no bairro do Rio Vermelho neste final de semana

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Justiça suspende leilão da Avianca marcado para amanhã 06 de Maio de 2019

Filho de Claudia Leitte nascerá nos Estados Unidos; cantora explica o motivo 19 de Agosto de 2019

Fábio Assunção entrega sexo do filho de Letícia Colin 18 de Julho de 2019