Sem licitação, campanha que defende interrupção de isolamento vai custar R$ 4,8 milhões ao governo

Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil

 

A campanha publicitária para defender a tese do isolamento vertical, proposta pelo governo de Jair Bolsonaro, com o slogan "O Brasil Não Pode Parar", vai custar R$ 4,8 milhões aos cofres públicos e, por ter sido classificada como contratação emergencial, teve dispensa de licitação, sendo produzida pela agência iComunicação.

O mecanismo, no entanto, não é ilegal. Mas, em meio à pandemia e às medidas de contenção do novo coronavírus, o vídeo trata exatamente do contrário. A Secom avaliou três propostas e o martelo foi batido por Carlos Bolsonaro, já que o Secretário Fabio Wajngarten, diagnosticado com Covid-19, ainda não voltou totalmente à ativa.

O governo federal deve colocar a campanha no ar até amanhã, apesar de o vídeo já ter sido compartilhado nas redes sociais do senador Flávio Bolsonaro. A peça central é um vídeo em que um narrador menciona categorias profissionais e martela que o país não pode parar por eles.

“Para os pacientes das mais diversas doenças e os heróicos profissionais de saúde que deles cuidam, para os brasileiros contaminados pelo coronavírus, para todos que dependem de atendimento e da chegada de remédios e equipamentos, o Brasil não pode parar. Para quem defende a vida dos brasileiros e as condições para que todos vivam com qualidade, saúde e dignidade, o Brasil não pode parar", diz trecho da campanha.

No Instagram oficial do governo federal uma publicação que diz: "Para todos os demais, distanciamento, atenção redobrada e muita responsabilidade. Vamos, com cuidado e consciência, voltar à normalidade", o que é desaconselhado pelas principais autoridades sanitárias do mundo.

*Com informações do BNews

Outras notícias

NOTÍCIAS

Marcelle Moraes denuncia utilização de gato para churrasco com grupo de amigos em Camaçari

14 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Geraldo Júnior recomenda "mutirão da fé, em casa" na Lavagem do Bonfim

13 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Deputado federal baiano recorre à Bolsonaro para ajudar trabalhadores da Ford de Camaçari

13 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Gripários de Salvador registram aumento na procura de atendimentos nos primeiros dias do ano

12 de Janeiro de 2021

NOTÍCIAS

Multicentros de Salvador ultrapassam marca de 130 mil atendimentos

11 de Janeiro de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Aos 98 anos, morre sambista Riachão 30 de Março de 2020

Preta Gil recebe alta após diagnóstico de coronavírus: ‘Estou curada’ 27 de Março de 2020