Carreta tombada na Via Expressa causa lentidão no trânsito

07 2017, 14h44

FOTO: REPRODUÇÃO

Uma carreta que tombou em um trecho da Via Expressa, em Salvador, segue no local, interditando parte da via, nesta quinta-feira (7) um dia após o acidente, que ocorreu na quarta-feira (6).

Por volta das 12h50, o veículo, que deve ser retirado por um guindaste particular, ainda não havia sido removido. O responsável pela empresa disse que a carreta levava uma carga de bobina de papel para Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, quando tombou na Via Expressa.

A empresa disse ainda que notificou a seguradora na quarta-feira e que ela só chegou à capital baiana nesta quinta-feira pela manhã. O preposto da seguradora tenta acordo com empresas de guincho para resolver a situação.

Para retirar o caminhão da via, o responsável informa que a pista deve ser fechada por pelo menos três horas, pois é necessário posicionar o guincho para fazer a retirada.

Já a Transalvador informou que poderia fazer a retirada do caminhão da via, mas o órgão de trânsito não possui um guincho que suporte o peso da carreta.

Assim como a Transalvador, a empresa responsável também não está encontrando um guincho que possa pegar a carga da carreta.

Comentar

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.