Suplente de Cristiane Brasil foi condenado a 12 anos de prisão por estupro

09 1 2018, 10h53

O ex-vereador Nelson Nahim (PSD), suplente da deputada Cristiane Brasil (PTB), nomeada para o Ministério do Trabalho, foi condenado pela Justiça a 12 anos de reclusão em regime fechado por estupro e exploração sexual de menores de 18 anos.

Ele é irmão do ex-governador do Rio Anthony Garotinho (PR) e, além de legislador de Campos dos Goytacazes, foi prefeito da cidade no período em que a cunhada, Rosinha Matheus (PR), foi afastada do cargo pelo Tribunal Regional Eleitoral fluminense, em 2010.

De acordo com o Ministério Público Federal, autor da denúncia, crianças e adolescentes, algumas na faixa dos oito a 11 anos, eram mantidos em cárcere privado para a prostituição em casas na região de Campos.

A condenação foi pelos crimes de estupro, coação no curso do processo, e submissão de menores a prostituição e exploração sexual. Nahim nega todas as acusações.

Comentar

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.