Vacinação antirrábica está disponível em 94 postos de Salvador

FOTO: REPRODUÇÃO

A Prefeitura, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), trabalha diariamente para garantir o bem-estar da população e dos animais. As ações são realizadas de forma preventiva no controle de endemias e de zoonoses – doenças que podem ser transmitidas de animais para seres humanos.

Um dos serviços oferecidos gratuitamente pelo órgão é a imunização antirrábica, que pode ser encontrada em 94 postos físicos da rede municipal de saúde, cuja lista pode ser consultada no site www.saude.salvador.ba.gov.br. As vacinas são aplicadas de segunda a sexta-feira nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades de Saúde da Família (USFs).

Apesar de Salvador não registrar casos de raiva canina desde 2009 e de raiva em humanos desde 2004, a chefe do Setor de Informações do CCZ, Ana Galvão, reforça a importância da vacinação. “A raiva é doença incurável, contagiosa e que pode até matar. A vacina antirrábica evita doenças tanto para o animal, quanto para o dono. É importante a população estar atenta a isso.”

Sintomas e controle – A transmissão da raiva ocorre pela saliva do animal doente em contato com a pele, por mordedura, arranhadura ou lambedura. Geralmente, os sintomas da doença são a dificuldade para engolir, salivação abundante, mudança de comportamento e de hábitos alimentares, além de paralisia das patas traseiras.

Para o controle da doença, a SMS tem intensificado ações de vacinações de cães e gatos. Para passar pelo procedimento, os cães e gatos devem possuir mais de três meses de idade e não podem estar doentes. Em 2017, 184 mil cães e 78 mil gatos foram imunizados contra a doença. “Quem for agredido por um animal suspeito, precisa limpar o local imediatamente com água e sabão e procurar um serviço de saúde”, orienta Ana Galvão.

CASTRAMÓVEL

O CCZ também é responsável pela castração dos animais domésticos. Nos primeiros meses de 2018, cerca de 800 cirurgias foram realizadas pelo Castramóvel, serviço itinerante evita a reprodução desordenada dos animais. Para a realização do serviço, os animais devem ter seis meses a cinco anos de vida, peso superior a um quilo, e as fêmeas não podem estar no período gestacional.

É preciso comparecer ao local com documento de identidade, cartão SUS e caderneta de vacinação antirrábica do animal. São distribuídas, diariamente, 100 fichas para atendimento. Cada pessoa pode levar até três animais. As cirurgias são agendadas para quarta, quinta ou sexta-feira.

Outras notícias

SAÚDE

Vacinação contra gripe amplia público a partir de segunda-feira (25)

23 de Junho de 2018

Mesmo com o fim da campanha, as doses continuarão disponíveis nos postos de saúde

ESPORTE

Bahia e Ceará fazem primeiro duelo por vaga na final do Nordestão

21 de Junho de 2018

ESPORTE

Thiago Silva será capitão da Seleção Brasileira contra a Costa Rica

21 de Junho de 2018

ECONOMIA

Petrobras anuncia redução de 1,1% no preço da gasolina nas refinarias

21 de Junho de 2018

MUNDO

Trump volta atrás e assina decreto para acabar com a separação de famílias de imigrantes ilegais

21 de Junho de 2018

Decreto só se aplica a novos casos

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

MP abre inquérito para apurar ação de segurança contra criança em shopping 13 de Junho de 2018

Empresário que chamou Paulo Souto de ‘bom filho da puta’ vai pagar R$ 295 mil em danos morais 07 de Junho de 2018

Ex-brothers Gleici e Wagner marcam data de casamento na roça 07 de Junho de 2018

Alinne Rosa e filho de Saulo são flagrados juntos em Lençóis 02 de Junho de 2018