Vacina contra dengue não deve ser tomada por quem nunca teve a doença

30 2017, 08h57

FOTO: REPRODUÇÃO

A única vacina contra dengue disponível no Brasil, produzida pela Sanofi Pasteur, não é mais recomendada para as pessoas que nunca foram infectadas pela doença. O alerta foi emitido nesta quarta-feira, 29, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que recebeu nesta semana dados preliminares de estudo conduzido pela própria Sanofi. A pesquisa indicou aumento do risco de desenvolvimento da forma grave da doença entre aqueles que nunca contraíram o vírus.

No comunicado, a Anvisa esclareceu que a vacina em si não desencadeia a dengue nem a forma grave da doença. O risco de casos graves estaria restrito, segundo o trabalho, a quem nunca teve contato com o vírus.

A Anvisa destacou que os dados precisam de confirmação. Mesmo assim, por precaução, a bula da vacina deverá ser atualizada. Já o próprio laboratório admite que a vacina deixará de ser recomendada a quem nunca teve dengue. "Não é uma contraindicação porque os riscos são baixos, mas deixamos de recomendá-la para quem nunca teve contato com o vírus porque os estudos mostraram que não compensa para esse público", disse Sheila Homsani, diretora médica da Sanofi Pasteur.

 

Comentar

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.