Igreja do Senhor do Bonfim abrirá durante o Carnaval

FOTO: REPRODUÇÃO

Depois de muito tempo, a Igreja do Senhor do Bonfim abrirá as portas durante o Carnaval. Além dela, outros templos católicos decidiram funcionar normalmente para receber baianos e turistas.

No período de festas, o horário de funcionamento da basílica será de segunda a quinta-feira das 6h30 às 19h30; sexta das 5h30 às 19h30; sábado das 6h30 às 19h30 e domingo das 5h30 às 19h30. As missas ocorrerão em diversos horários ao longo do dia.

Abrir as portas da igreja durante a folia não é a única ação que a administração da Igreja do Senhor do Bonfim tem feito para atrair mais turistas no Verão. Desde outubro, o horário de funcionamento da basílica aumentou em uma hora, fechando às 19h30, ao invés do tradicional horário de 18h30.

“É a chamada alta estação. O comércio, tudo funciona de modo que possa atender à população, de acordo com a demanda, a procura. A igreja também tem que atender e corresponder o seu público da mesma maneira”, conta o padre Edson. 

Mesmo ocorrendo neste período de festas, as missas realizadas não terão uma temática especial. Mas o padre garante: “vamos rezar para que o carnaval de todos seja ótimo”.

Outras igrejas
As únicas igrejas católicas que estarão fechadas no período de festa são as que ficam nos circuitos do Carnaval (Dodô, Osmar e Batatinha). Entre as que estarão fechadas, está a Catedral Basílica de Salvador, que foi reformada no fim do ano passado, numa obra que custou cerca de R$ 17 milhões. O local só será reaberto na quarta-feira de cinzas (6), para a realização da missa que celebra o início da quaresma, com a presença do arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger. 

O Carnaval é celebrado sempre 40 dias antes da Páscoa, desde o século XI. Este período é chamado pela igreja católica de "quaresma" e exige que os fiéis façam um sacrifício e fiquem 40 dias sem comer carne vermelha.

Do sagrado ao profano
Apesar de nem de longe parecer uma festa religiosa, o Carnaval começou como uma celebração católica. Os cristãos se reuniam nos dias anteriores ao início da quaresma para se divertir e aproveitar os momentos antes do jejum. Entretanto, com o passar dos anos e com o rumo que a celebração levou, nem a igreja considera mais este feriado como religioso.

Para ele, embora os festejos carnavalescos possam desvirtuar o sagrado, é possível curtir a folia sem ferir os princípios católicos.

“Desvirtua quando usa das pessoas para explorar o sexo, a sexualidade precoce, a falta de respeito à dignidade humana, quando as pessoas se vendem. Mas tem muita beleza também no Carnaval, como, por exemplo, a alegria da família”, defende.

Outras notícias

MUNDO

Miami dará vacina da Covid em aeroporto, e Nova York planeja oferecê-la em pontos turísticos

07 de Maio de 2021

POLÍTICA

Cris Correia propõe mudança em lei em prol de mulheres, crianças e idosos

07 de Maio de 2021

Vereadora quer ampliar notificação para fortalecer a proteção

CIDADE

Habilitados para tomar 2ª dose da vacina Oxford no domingo poderão se imunizar um dia antes

07 de Maio de 2021

FAMOSOS

Latino presta depoimento após acusações de intolerância religiosa

07 de Maio de 2021

POLÍCIA

Polícia apreende 100 kg de cocaína em Salvador

07 de Maio de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Latino presta depoimento após acusações de intolerância religiosa 07 de Maio de 2021

Fausto Silva acerta com a Band e assina contrato na semana que vem, diz colunista 30 de Abril de 2021