Jorginho Sampaio revela trauma: infelicidade de conviver com Alexi e Falcão

 

O ex-presidente do Vitória, Jorginho Sampaio, também esteve presente na Assembleia Geral de Sócios, realizada no último sábado (6), no Barradão, lutando pela democratização na Toca do Leão. Agora, como associado do clube, o ex-dirigente disparou contra as últimas gestões e destacou que não pretende voltar à presidência rubro negra.

"Me associei em maio, porque fui conselheiro por mais de 30 anos. Fui retirado com muitos companheiros, tenho a informação de 70, 80, companheiros que foram retirados do Conselho, sem nenhum tipo de consideração ou explicação, mas eu me associei para votar. Não pretendo ser candidato à presidente, não quero mais, minha experiência foi muito desagradável, tive a infelicidade de conviver com Alexi Portela e Carlos Falcão e isso me deixou muito traumatizado, muito mal. Quero participar ativamente de qualquer grupo de oposição para tirar estes caras da frente dos destinos do Vitória. Participarei de qualquer diretoria, mas como presidente nunca mais. Posso vir a colaborar em algum setor do clube. Posso ser qualquer coisa no Vitória, mas diretor de futebol só tem um nome para a gente, Sinval Vieira", detonou.

Jorginho exaltou ainda o evento de sócios do Vitória que visa a implantação da democracia no clube. "É um dia histórico. Espero que a primeira assembleia que participo, tenho 56 anos e nunca soube de nenhuma assembleia geral aqui no Vitória, então, é um marco histórico. Temos que fazer deste marco um divisor de águas. Sair dessa assembleia, que é consultiva, com uma assembleia deliberativa já marcada. A gente tem que fazer com que pare esse sangramento que estão fazendo com nosso clube e que consigamos instalar a democracia no clube, a liberdade, para a gente ter um Vitória livre e forte, tirando este pessoal que ocupa há muitos anos, de forma incompetente, a direção e o comando do nosso clube", completou o ex-dirigente.

Em relação ao tempo de associação para votar e ser votado na disputa presidencial do Vitória, Jorginho Sampaio expôs sua opinião pessoal. "Na realidade, fazemos parte de grupos de oposição. Temos muita coisa a discutir, mas o ponto básico é a eleição direta, para que o associado possa votar e ser votado, na minha opinião pessoal, com 18 meses. Essa é a grande bandeira nossa, abrir o clube, democratizar o clube e ter um conselho proporcional as chapas que concorrerem", encerrou o rubro negro.

 

Outras notícias

CIDADE

Internet móvel com tecnologia 5G deve estar disponível a partir do 2º semestre de 2021 nos celulares do Brasil

06 de Maio de 2021

Deputado baiano defende importância da implementação da tecnologia 5G durante evento com presidente Bolsonaro

CIDADE

Joceval participa da missa do padroeiro de Salvador no dia 10 de maio

06 de Maio de 2021

NOTÍCIAS

Mulher que recebeu coração de Eloá morre de Covid-19

04 de Maio de 2021

CIDADE

Salvador terá toque de recolher a partir das 22h e poderá vender bebidas alcoólicas aos finais de semana

04 de Maio de 2021

NOTÍCIAS

Governador defende retorno de aulas semipresenciais em Salvador

04 de Maio de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Fausto Silva acerta com a Band e assina contrato na semana que vem, diz colunista 30 de Abril de 2021

Luciana Gimenez perde nova ação judicial contra Jorge Kajuru 28 de Abril de 2021