Venezuela anuncia restabelecimento total do serviço elétrico

O ministro de Comunicação da Venezuela, Jorge Rodríguez, informou que o fornecimento de energia elétrica foi restabelecido por completo depois do apagão que chegou a afetar quase todo o país desde a quinta-feira passada. Além disso, o governo Nicolás Maduro anunciou a retomada das atividades profissionais que estavam suspensas desde sexta.

Em entrevista à emissora estatal VTV, o ministro indicou que, excepcionalmente, as atividades escolares continuarão suspensas por mais 24 horas, mas que as atividades de todo o setor público e privado serão retomadas, depois de terem ficado suspensas nos quatro dias úteis anteriores.

"No dia de hoje está completamente restituído, em 100%, o serviço de energia elétrica em nível nacional", disse Rodríguez, na quarta-feira (13/03), após reconhecer que restam algumas áreas com falhas relacionadas com "sabotagens locais", mas que já estavam sendo tratadas. "O presidente Maduro decidiu que as atividades laborais serão retomadas a partir da manhã de quinta-feira."

Segundo Rodríguez, o fornecimento de água, afetado pelo blecaute, foi restabelecido em 70% a 80%. O ministro também confirmou a reativação dos exercícios militares que vinham ocorrendo há semanas – desta vez, focados no monitoramento da infraestrutura elétrica e hídrica.

Estas manobras serão "dirigidas a um processo de proteção integral de todo o Sistema Elétrico Nacional (SEN) e do nosso sistema de águas", acrescentou o ministro, reiterando a versão governamental que acusa os Estados Unidos e a oposição local pelo blecaute de quinta-feira.

Os exercícios militares implicarão no desdobramento de toda a força militar venezuelana "ao redor das 114 estações de prestação de serviço de energia elétrica" do país "para empreender um processo estratégico de proteção" dessas instalações.

Maduro tem sustentado a teoria de que o apagão foi causado por "ataques cibernéticos e eletromagnéticos" dos Estados Unidos contra os sistemas da usina hidrelétrica de Guri, que gera praticamente 80% da energia elétrica da Venezuela.

"Para evitar que voltem a acontecer no futuro novos ataques de ação criminosa do terrorismo da extrema direita venezuelana e dos seus donos na administração do governo dos EUA", completou Rodríguez. O governo chavista afirmou ainda que pedirá ajuda da Rússia e do Irã para investigar as causas do apagão.

O ministro do Petróleo, Manuel Quevedo, denunciou uma nova suposta sabotagem - desta vez, nas instalações da estatal petrolífera PDVSA, no Cintiruão Petrolífero de Orinoco. No local, dois tanques de armazenamento de petróleo explodiram.

Outras notícias

MUNDO

Miami dará vacina da Covid em aeroporto, e Nova York planeja oferecê-la em pontos turísticos

07 de Maio de 2021

POLÍTICA

Cris Correia propõe mudança em lei em prol de mulheres, crianças e idosos

07 de Maio de 2021

Vereadora quer ampliar notificação para fortalecer a proteção

CIDADE

Habilitados para tomar 2ª dose da vacina Oxford no domingo poderão se imunizar um dia antes

07 de Maio de 2021

FAMOSOS

Latino presta depoimento após acusações de intolerância religiosa

07 de Maio de 2021

POLÍCIA

Polícia apreende 100 kg de cocaína em Salvador

07 de Maio de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Latino presta depoimento após acusações de intolerância religiosa 07 de Maio de 2021

Fausto Silva acerta com a Band e assina contrato na semana que vem, diz colunista 30 de Abril de 2021