PF diz a Bolsonaro que ainda não há evidências da atuação de terceiros em atentado

Em reunião realizada ontem (25), a Polícia Federal informou ao presidente Jair Bolsonaro que, até agora, não há evidência da participação de outras pessoas além de Adélio Bispo no atentado cometido contra ele em setembro, durante a campanha eleitoral. A corporação explicou a Bolsonaro que o inquérito está em andamento e que ainda é preciso concluir a análise dos materiais apreendidos com o advogado Zanone Manoel de Oliveira Júnior, defensor do autor do ataque.

A reunião foi realizada duas semanas após o presidente cobrar da Polícia Federal uma solução para o caso. Estavam presentes o delegado federal responsável pelo caso, Rodrigo Morais, o diretor-geral da PF, Maurício Valeixo, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, e o superintendente da PF em Minas Gerais, o delegado Cairo Costa Duarte.

Outras notícias

SAÚDE

Vacinação contra Covid-19 segue neste sábado (23) em Salvador

22 de Outubro de 2021

NOTÍCIAS

Governo Bolsonaro deve ampliar aplicação de recursos para desenvolvimento de áreas prioritárias na Bahia

22 de Outubro de 2021

NOTÍCIAS

Sessão Especial comemora o centenário da Legião de Maria

20 de Outubro de 2021

SAÚDE

Dia de Finados: CCZ inicia inspeção de cemitérios de Salvador

20 de Outubro de 2021

NOTÍCIAS

Leilão 5G: deputado federal quer Congresso com assento fixo no Grupo de Acompanhamento do Custeio à Projetos de Conectiv

20 de Outubro de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Leifert abre primeiro domingo sem 'Domingão' sem homenagens, mas cita 'respeito' 20 de Junho de 2021

Em meio à pandemia, Ivete Sangalo planeja festão de Réveillon 10 de Maio de 2021