Aparelho criado por estudantes feirenses detecta 15 doenças pelo sopro

Um aparelho criado por duas estudantes feirenses que moram no Rio de Janeiro é capaz de detectar ao menos 15 doenças por meio do sopro. Natália Nascimento e Júlia Nascimento, que são irmãs, pretendem patentear o  produto para fabricar em grande escala e distribuir para hospitais e clínicas do Brasil. 

De acordo com reportagem publicada pelo Acorda Cidade, o dispositivo é muito semelhante ao bafômetro, porém com foco na saúde. As criadoras do aparelho afirmam que ele é capaz de detectar doenças como diabetes, intolerância a lactose, pneumonia, tuberculose, câncer, malária e hepatite.

Em 2011, pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Israel criaram um dispositivo que também era capaz de detectar doenças pelo sopro. Conhecido como Na-Nose, o "bafômetro" é capaz de detectar até 17 doenças como alguns tipos de câncer, bem como Alzheimer, Parkinson e esclerose múltipa. 

Outras notícias

NOTÍCIAS

Deputados baianos intensificam luta pela assistência às pessoas que fazem uso abusivo de álcool e outras drogas

10 de Junho de 2021

NOTÍCIAS

Bases do SAMU são vistoriadas em mais uma edição do “Manda SMS pra mim”

10 de Junho de 2021

NOTÍCIAS

Prefeitura de Cardeal da Silva quita dívida antiga de policlínica ao Estado

09 de Junho de 2021

Débito ultrapassava R$ 80 mil e impedia recebimento de novos recursos estaduais

NOTÍCIAS

Curso inédito de Autocura e Libertação elaborado por Olyvia Libório já está disponível para o público

01 de Junho de 2021

NOTÍCIAS

Salvador ampliará acessibilidade das pessoas surdas aos serviços da Prefeitura

31 de Maio de 2021

Ver mais

Do amor à indecisão 09 de Março de 2018

Advogado de Lula pede que juiz reconsidere acesso a sistema da Odebrecht 05 de Setembro de 2019

STJ analisa liberdade de Temer na próxima terça-feira 09 de Maio de 2019

Em meio à pandemia, Ivete Sangalo planeja festão de Réveillon 10 de Maio de 2021

Latino presta depoimento após acusações de intolerância religiosa 07 de Maio de 2021